quarta-feira, 22 de julho de 2009

Choque entre caminhão cegonha e ônibus da Águia Branca: 16 pessoas ficam feridas

foto: Bernardo Coutinho - NA
Ônibus Águia Branca
O ônibus Águia Branca foi lançado para fora do acostamento onde estava
O grave acidente que foi registrado no início da tarde desta quarta-feira (22), no Km 80 da BR 262, em uma localidade que pertence ao município de Marechal Floriano, envolveu um ônibus intermunicipal da viação Águia Branca e um caminhão cegonha, que carregava três carros de passeio. A pista precisou ser interditada nos dois sentidos. Não foram registradas mortes na batida, mas 16 pessoas ficaram feridas.

Os dois veículos estavam em sentidos contrários. A ocorrência foi registrada às 12h40. De acordo com a assessoria de imprensa da viação, a carreta cegonha ao fazer uma curva, perdeu o controle, tombou e bateu de frente com o ônibus da Águia Branca, linha Vitória x Venda Nova do Imigrante.

O coletivo estava parado no ponto de ônibus na BR 262, quando foi atingido pelo caminhão que se arrastou pelo asfalto depois de tombar. No momento do acidente havia 16 passageiros no ônibus, além do motorista e do cobrador.

De acordo com a Águia Branca, 13 passageiros sofreram escoriações leves. Destes, dez passageiros foram socorridos em hospitais de Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante e três passageiros foram encaminhados para hospitais em Vitória.

O motorista do ônibus Paulo Antônio Braga, que ficou gravemente ferido e preso às ferragens, foi levado de helicóptero para Vitória. A aeronave da Polícia Militar pousou no Hospital da PM. A vítima foi encaminhada para atendimento no Hospital São Lucas. O caminhoneiro teve ferimentos leves. As informações são do Corpo de Bombeiros.

Já a viação Águia Branca informou que o cobrador Valceir Medeiros também ficou ferido. A empresa informou que presta assistência aos passageiros. Os nomes deles não foram divulgados.

Além do Helicóptero da Polícia Militar, foram deslocadas uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, uma unidade móvel de resgate do Corpo de Bombeiros, um caminhão de combate a incêndio (do Batalhão de Marechal Floriano) e uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (o Samu).

Fonte: gazetaonline.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário ... Aguarde, seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.